Quem São os Otakus de Sinopolândia?

7Shares

Otakus (do japonês 陰茎が短い者) são, em geral, pessoas gordas, de bochechas rosadas e cheias de espinha (às vezes no corpo todo) e que devido ao constante fracasso como indivíduo que tenta se enturmar com pessoas normais vivem em um mundinho paralelo resumido em mangás, animes, j-rock, músicas de anime e outras japonezices. Endeusam seres estranhos encontrados em animes e mangás, como por exemplo Mokona, Poring, Pokémons e Digimons. Há fêmeas da espécie, chamadas otakas, ou otome, que em japonês significa princesa, donzela (mesmo maioria delas sendo mais feias que uma ressaca na segunda-feira).

Típico Otaku de Sinopolândia

Estilo de vida dos Otakus de Sinopolândia

Otakus de Sinopolândia são serem bem peculiares, mas basicamente não sabem aproveitar o que a vida tem a lhes oferecer de melhor. Não possuem amigos e nem namoram, a não ser que os amigos e namoradas(os) sejam outros otakus. Não saem de casa, limitando-se a ficarem na frente de seus computadores ou videogames o dia inteiro, ou assistindo animes na NetFlix ou ainda naqueles DVDs piratas comprados em um evento de anime que acontecia na UFMT a algum tempo atrás, uma espécie de encontro de otakus onde todo mundo se entende e pode falar um para o outro o quanto são fracassados e que o mundo é injusto e preconceituoso.

Alguns conversam em terceira pessoa e colocam palavras esquisitas no meio ou final das frases. Muitas delas são japonesas, sendo que estamos no Brasil e os otakus nem entendem o português direito, também não entendem o dialeto sinopolense como côrgui (córrego) e outras palavras inúteis. Vivem afastadas da sociedade sinopolense pois odeiam caminhar na Júlio Campos, da voltinhas na Tarumã, não vão em conveniências pois peladonas podem aparecer e não compartilham dos mesmos gostos, crenças, tradições e hábitos, mas ao menos possuem uma alimentação saudável, já que sua dieta é composta fundamentalmente de leite de soja. Estranhamente, a maioria dos otakus pensa estar vivendo no Japão, ou sonha em ir para lá, na esperança de chegar no aeroporto e abraçar o Pikachu.

Tiazona Otaku, exibindo com orgulho sua infantilidade.

Relacionamento

É um pensamento comum a ideia de haver apenas otakus machos em Sinopolândia, sendo o mais conhecido deles o nosso repórter Ninguém (sim, este é o nome dele), mas, por incrível que pareça, há otakus fêmea em Sinopolândia. São as chamadas otakas (do japonês 陰茎を吸う者), naturalmente taradas por homens asiáticos. Assim como os machos, vestem-se de maneira muito parecida, principalmente nos eventos de anime: minissaia e meia até o joelho. Nunca estão de calcinha, justamente numa tentativa de atrair os machos. É em vão, pois anos de estudos do Macaco Urbano mostraram que esses seres preferem mulheres desenhadas em preto e branco nas páginas de mangá. É um fato inusitado no mundo animal humano: seres da mesma espécie que não copulam.

A homossexualidade entre os otakus é desconhecida para os estudiosos da equipe do Macaco Urbano, pois relatos de sexo são mais desconhecidos ainda. Os laços de amizade são amarrados numa maratona de Naruto ou One Piece e então evoluem para algo mais sério, como Chobits, mas nunca vai além de um beijinho ou dois, talvez três quando estão em grupos na praça da Bíblia.

Uma otaku fêmea, ou otaka.

Características de Otakus Sinopolenses 

Por ano, pesquisadores do Macaco Urbano detalharam as características dos otakus de Sinopolândia e descobriram que eles possuem múltiplas personalidades (pelo menos cinco, em alguns casos). Podem se manifestar tanto em machos como em fêmeas, embora o mais comum seja em machos. Algumas delas são:

  • Alienação: o otaku acha que quem não assiste anime é um babaka fumante de narguilé que vive na Tarumã embrasando a boca ensebada com a saliva dos outros entranhada na bomba do tereré que perde o tempo da vida dele balada;
  • Furrie: o otaku tem preferencia sexual por bichinhos fofos e felpudos;
  • Depressivo: o otaku não sai de casa e reclama no Facebook que a vida dele é uma merda;
  • Poser: o otaku só conhece Naruto e se autoproclama entendedor da filosofia otaku;
  • Travestismo: o otaku se fantasia de personagens de anime para impressionar outros otakus. A otaka geralmente é uma Sailor Moon obesa, isso quando não faz versões femininas de personagens masculinos;
  • Paga-pau do Japão: o otaku jura que está vivendo no Japão, ou possui o sonho de ir para lá. Pensa que chegará no país e abraçará Pikachus, montará em chocobos e viverá um romance com a Sakura Haruno enquanto come miojo;
  • Otaku yaoi/otaka yuri: o otaku ou otaka, homossexual, grita ensandecidamente para todos os cantos o quanto ele(a) é diferente por gostar de algo que os outros não gostam. Geralmente, a otaka yuri não é lésbica e o otaku yaoi não é gay, mas fazem toda uma ceninha para chamar a atenção dos outros, como sentar no colo dos amigos, cantar e beijar. As otakas desse nicho costumam ser gostosas e ter amigas mais gostosas ainda;
  • Überotaku: o otaku é fanático por tudo que há de mais bizarro e incomum, chegando a fazer loucuras para defender seus amores;
  • 2D > 3D: o otaku prefere mulheres de mangá, anime ou de jogos eletrônicos à mulheres de carne e osso;
  • Otaku de meia idade: o otaku acha bonito ter 40 anos na cara e ainda frequentar evento de anime na UFMT;
  • Escritor de Fanfics: o otaku está tão encrustado em seu mundinho que começa a escrever histórias onde seus personagens favoritos se beijam, transam, comem e fazem toda a sorte de bizarrice que você puder imaginar;
  • Piratas do Vale da Liberdade: o otaku acha que consegue beber mais que duas gotas de álcool e fica na praça da Bíblia em frente ao chafariszinho com seus amigos com aquelas touquinhas ridículas enquanto conversam sobre Bleach.

A cama de um otaku




Dialetos 

Otakus de Sinopolândia adotaram o Japonês como seu idioma oficial, o que torna a comunicação entre otakus e humanos praticamente impossível. Entretanto, se você quiser tentar…

  • Nani? (性交?) – Já é ou já era?
  • Oro? (遊女?) – Quer um dinheiro?
  • Nyaa! (尿!) – Você me humilhou na frente dos meus miguxos!
  • Hai! (強姦!) – Tire as calças, agora!
  • Baka (尺八) – Vem pra cá pra mamar!
  • Neko (精液) – Ui, não, manda vatapá!
  • Kawaii (膣) – Essa não! Os dedos do meu pé direito estão necrosando porque eu deixei meu pé que estava sem botas e meias afundar no buraco que abri no gelo que se formou em cima do lago que os Patos usavam para treinar em D2 e agora vou ficar sem dedos e vão me chamar de Cicarelli!
  • (alguma coisa ininteligível) no Jutsu! (陰茎!) – Alguém viu O Aprendiz ontem?
  • Hentai (早漏) – Já comi.
  • Dattebayo (肛門) – Qualquer coisa. Esta é a expressão que expressa qualquer coisa. Qualquer coisa mesmo. Exemplos:
    • Dattebayo… – Vou ao banheiro…
    • Dattebayo! – Sou gay!
    • Dattebayo! – Sobre a atual situação da economia brasileira, nada mais tenho a dizer senão que fodeu, fodeu mesmo!
    • Dattebayo /o/ – Yabadabadoo /o/
    • Dattebayo!! – Toma cachaça, carai!!
    • Dattebayo. – Eu comi a tua mãe.
    • Dattebayo!! – Na União Soviética, Dattebayo fala VOCÊ!!
    • Dattebayo? – O gato ou o Quico?
    • Dattebayo!!! – Rente safada tem qui murrê!!!
    • Dattebayo, véio! – Você traiu o movimento Otaku, véio!
    • Dettebayo!!-Vai toma no cu
    • Dattebayo!-A vingança nunca é plena, mata a alma e a envenena
    • DATTEBAYO!!! – SOME DAQUI!!!
    • TO Certo!!! – Tradução tosca de Dattebayo no Brasil
  • Nobunaga! (糞!) – Mamãe, quero ser igual ao Clodovil.
    • Oda Nobunaga! (痔!) – Mamãe, quero ser igual ao Kaworu!

Enquanto o otaku babaca fantasiado de Pikachu se diverte no Guitar Hero, as furries ao fundo fazem a festa.

7Shares

Podcaster, vlogueiro, blogueiro, professor, primata, biólogo que ama teres e não vive sem a morena.