Prefeitura de Sinop quer gastar R$ 12 milhões para instalar radares pela cidade. Seria a máfia da multa chegando?

75Shares

Segundo matéria que saiu na G1 essa semana, serão instalados em 41 pontos pela cidade, câmeras de monitoramento para tentar diminuir o número de acidentes que vem acontecendo em Sinop.

Para nos aqui do Macaco Urbano vemos isso com cautela, pois apesar de ser uma medida boa, visto que os motoristas de automóveis e moto da cidade parecem ter “comprado suas CNHs”, devido a tanta imprudência que pode ser vista a todo momento pela cidade, sem falar da falta de respeito na faixa de pedestre e a questão das “setas” que quase nunca são usadas.

Vendo por esse ângulo, parece ser algo justificável para isso, porém, fica uma questão:

PORRA SERÃO R$12 MILHÕES GASTOS!

Ocorrerá uma licitação na modalidade de pregão com a proposta das empresas interessadas. Você pode ficar por dentro do edital desse pregão clicando na frase: VOCÊ SERA MULTADO

103731073

Ainda segundo o G1:

“Segundo consta no edital, serão implatados radares fixos de monitoramento de controle de velocidade (48 faixas), restrição veicular e quantidade de eixos (4 faixas), avanço semafórico, parada sobre a faixa de pedestre e controle de velocidade (12 faixas) e radares móveis.



O custo mensal para manutenção dos radares – assim como do sistema operacional e da central de controle – será de R$ 5,3 milhões, segundo planilha anexada ao edital de licitação.”

Ok. Entendemos as justificativas para esse monitoramente, mas como vai funcionar?

Ainda segundo  G1:

Os equipamentos serão instalados nas avenidas André Maggi (AGORA OS RACHAS ACABARAM KKKK), Alexandre Ferronato, dos Tarumãs (O PROBLEMA AQUI É ANDAR DEVAGAR DEMAIS, QUASE PARANDO), das Itaúbas, das Palmeiras, Joaquim Socreppa, Principal, Jardim Roma, Dom Henrique Froehlich, das Figueiras, dos Ingás e dos Flamboyants. Eles também serão implantados nas ruas das Caviúnas, das Orquídeas e das Avencas.

Os equipamentos do tipo barreira eletrônica, por sua vez, serão implantados nas Avenidas André Maggi e Tarumãs (NEM PRECISAM PERGUNTAR A RAZÃO KKKKKK). Já os equipamentos para registro de avanço semafórico deverão ser distribuídos pela Avenida Governador Júlio Campos.

Conforme o município, as câmeras de monitoramento serão instaladas na praça Plínio Calegaro e nas avenidas Alexandre Ferronato, das Itaúbas, Dom Henrique Froehlich, dos Ingás, das Figueiras, das Embaúbas, dos Tarumãs, das Palmeiras, dos Pinheiros, Joaquim Socreppa, dos Jatobás e Foz do Iguaçú.

A central que operará todo o sistema está prevista para ser implantada na Avenida dos Jacarandás, no Bairro Parque das Araras.

Qual o problema disso?

Além de ser caro pra caralho o problema pode ser visto a longo prazo, pois pode acabar sendo uma forma de arrecadação de dinheiro para pagar esses R$12 milhões. Não estamos afirmando que isso vai acontecer, mas que pode acontecer caso os gestores municipais assim queiram fazendo o velho jogo político de sempre.

Esperamos que acabe saindo tudo tranquilo e que não gere uma máfia de multos para pagar a bagatela de R$12 milhões dos contribuintes. Queremos que tudo acabe sendo como deve ser e caso não funcione, seremos os primeiros a FALAR MAL DESSA PALHAÇADA a criticar, e caso funcione faremos o mesmo, pois estamos aqui para encher o saco mesmo rsrsrsrs.

Abraços

Kauzz

75Shares