fbpx

Pesquisa sobre testículos de carteiros vence o prêmio Ig Nobel 2019

Qual a temperatura dos testículos dos carteiros? Será que o esquerdo é tão quente quanto o direito? Quanta saliva uma criança produz por dia? Como os vombates, espécie de marsupial, produzem cocô em formato de cubo?

Questões como essas mereceram destaque na 29ª edição do prêmio Ig Nobel, que satiriza o Nobel ao prestigiar trabalhos científicos inúteis, esquisitos e, claro, também engraçados.

A competição é organizada anualmente pela Annals of Improbable Research, revista que faz humor com base no universo da ciência. O objetivo, como dizem os organizadores, é “celebrar o incomum, homenagear a imaginação e estimular o interesse das pessoas pela ciência, medicina e tecnologia”.

É um deboche saudável e não costuma incomodar os cientistas premiados. Eles até fazem questão de comparecer à cerimônia, mesmo pagando as próprias despesas para estar lá. Também se mobilizam para a festa alguns vencedores do prêmio Nobel (sim, o de verdade), para a entrega dos reconhecimentos aos colegas.

Ouça nosso Podcast

#62: OVNIS, invasor que limpa casa e eleição decidida no cara ou coroa.

Link da Playlist: EDIÇÕES PASSADAS.

As distinções de 2019 foram anunciadas na última quinta-feira (12) na Universidade Harvard, nos EUA. Os ganhadores levaram para casa 10 trilhões de dólares… do Zimbábue, que não valem praticamente nada, uma vez que o país africano tem uma inflação desesperadora. Em comparação, o Nobel dá a seus homenageados 9 milhões de coroas suecas (quase US$ 940 mil).

Conheça abaixo os vencedores de cada categoria do Ig Nobel 2019:

Anatomia

Gol da França. Roger Mieusset, Louis Boujan e Bourras Bengoudifa, da Universidade de Toulouse, fizeram estudo que mede a assimetria na temperatura do saco escrotal de carteiros franceses quando nus e vestidos. Concluíram que o testículo da esquerda é mais quente quando o carteiro está com o seu uniforme devidamente vestido.

Fonte: Galileu Galilei

kauzz

kauzz

Podcaster, bloqueiro, vlogueiro, youtuber. memezeiro, social média e fundador do site Macaco Urbano. Interessado em curiosidades, sobrenatural, política e teres na madrugada ao lado da morena.