Não existe lógica nas escolas

3Shares

Chico-Anysio

Sou professor a mais de dez anos e já algum tempo percebo o quanto as instituições escolares acabam tomando decisões ilógicas sobre alguns assuntos de extrema importância, falo isso, pois nas unidades onde eu já lecionei, como contratado escolar, muitas decisões tomadas acabam não tendo lógica com a proposta inicial da criação das escolas, que é o de passar informações importantes de cada matéria aos educandos.

Falo sobre esse assunto, pois como vocês já sabem, está passando por um período de crise que atingiu os postos de gasolina e muitos professores e funcionários da escola simplesmente não tem como ir fazer seu trabalho na unidade escolar, porem, os gestores escolares, assim como alguns líderes de setores, não parecem se importar com esse fato, pois quase todos os alunos moram perto da escola, porém, alguns professores ficaram desamparados em suas aulas devido a não possibilidade de comparecer por causa da falta de combustível.

A sensação que me passa é que a gestão não está nem aí para esse assunto, e que cada um deve fazer sua parte e “que se dane o resto”. Pode não ser nesse tom o que essas unidades escolares estão fazendo, mas deixa bem claro que elas não ligam para a real situação desses educadores nesse momento.  A sensação que me passa é que a burocracia emburreceu as escolas e isso não é culpa da escola, mas de todo um processo que permeia toda a estrutura educacional no Brasil, criando brechas e situações absurdas que prendem toda uma categoria em detrimento dos direitos dos alunos. Vou explicar melhor:



Os alunos tem direito a 200 dias letivos e os professores precisam repor suas aulas mesmo que ocorra greve, paralisação ou seja lá o que for. Os 200 dias devem ser levados em conta QUALQUER COISA QUE A ESCOLA FOR DECIDIR.

Não estou falando que os alunos não devem ter esse direito, mas que deve haver pontos à ponderar, como o fato de situações em que NÃO DA PRA REPOR ESSES DIAS PERDIDOS, ou seja, quando um professor fica doente e leva seu atestado de dez dias para a escola, ele não terá tempo de repor essa aula a não ser que ocorra uma forma de organização que permita isso, fato esse que todos os educadores sabem que não ocorre, pois não da tempo.

Quero salientar essas situações mesmo sabendo que existem muitas outras que existem.

NÃO EXISTE LÓGICA NA ESCOLA

Lembrando que não sou contra a escola mas sim sou contra a forma como a educação é organizada e antes que perguntem se tenho proposta melhor, eu tenho, mas isso fica para outro artigo.

3Shares