fbpx

Marinha lança licitação para construir sede em Sinop

Uma década depois do município doar o terreno, a Marinha do Brasil finalmente lançou a licitação para construção da sua sede em Sinop. A tomada de preço 007/2020 foi publicada no Diário Oficial de União desta quinta-feira (13). As propostas serão colhidas até o dia 1 de setembro e a contratação deve ocorrer até outubro.

A licitação lançada pela Marinha – capitaneada pela unidade de Ladário, no Mato Grosso do Sul – busca uma empresa para fazer a construção da sede da Agência da Capitania dos Portos em Sinop. De acordo com o edital, a estrutura terá cerca de 780 metros quadrados de construção. O teto do orçamento para as empresas interessadas foi travado em R$ 1.964.355,17 – cerca de R$ 2,5 mil por metro quadrado.

A obra está dividida em duas partes. A primeira é a agência em si, com 30 repartições, incluindo salas de aula e simuladores – para a habilitação de condutores – refeitório, alojamento e a parte operacional da “delegacia” em si.

A segunda parte da estrutura é a “Patromoria” – termo que se refere ao local onde ficarão os barcos, lanchas e demais viaturas da Marinha, além do paiol. A Patromoria ficará nos fundos do terreno. O edital prevê que a construção seja concluída em 240 dias.

No edital, a Marinha relata que a obra será construída no terreno localizado no Bairro Vitória Regia. No entanto, o relatório fotográfico que acompanha a documentação traz imagens do imóvel localizado na Rua das Orquídeas, Jardim Parque das Araras, em frente ao Parque Florestal do Município.

Os dois terrenos pertencem a Marinha. Em 2010, o então prefeito Juarez Costa doou o imóvel com 2 mil metros quadrados em frente ao Parque Florestal. Nesse imóvel a Marinha de Ladário contratou, em 2013, a construção do muro e do portão – já executados. São essas fotos e croquis desse terreno que aparecem no Edital.

A área no Jardim Vitória Régia foi doada pelo mesmo prefeito em 2013. São 6 mil metros quadrados destinados a instalação da “vila militar” – casas que seriam construídas para abrigar os militares que atuariam na Marinha de Sinop. Esse imóvel foi “aceito” (integrado ao patrimônio da Marinha), somente em 2015.

Foto registrada em 2013, durante ato “simbólico” da instalação da Marinha em Sinop

Fonte: GC Notícias

kauzz

kauzz

Podcaster, bloqueiro, vlogueiro, youtuber. memezeiro, social média e fundador do site Macaco Urbano. Interessado em curiosidades, sobrenatural, política e teres na madrugada ao lado da morena.