fbpx

Gaviões são utilizados para afastar garças do Aeroporto de Fernando de Noronha

Um trabalho para afastar as garças vaqueiras (Bubulcus ibis) da região do Aeroporto de Fernando de Noronha teve início nesta quarta-feira (18). Uma empresa especializada do Recife foi contratada e três gaviões foram levados à ilha para afugentar as garças.

Segundo um levantamento da gerência do aeródromo de Noronha, podem ser vistas cerca de 350 garças após o roço da vegetação que circunda a pista de pouso.

“O horário de roço é um atrativo, elas encontram alimentos [insetos que ficam expostos] com mais facilidade, por isso se concentram no aeroporto”, diz o gestor do aeroporto da ilha, Carlos Gouveia.

O falcoeiro Danilo Veras mostra gavião ao gestor do aeroporto, Carlos Gouveia — Foto: Ana Clara Marinho/TV Globo

As garças representam um risco à aviação porque podem colidir com as aeronaves. Nos últimos cinco anos, há registro de incidentes. “Desde 2014, tivemos cerca de nove colisões, não foram incidentes graves, mas é preciso uma providência para evitar acidentes”, conta Gouveia.

Os gaviões não são usados para abater as garças vaqueiras, e sim para afugentar as aves menores. “Eles vão fazer investidas nas garças, podem capturar uma ou outra, mas existe um protetor nas garras para não ferir”, explica o falcoeiro Danilo Veras, que executa a operação.

Ainda de acordo com Veras, só a presença do gavião é suficiente para afugentar as garças. “Elas vão ver o gavião e perceber que esse é um local inseguro, por isso sairão dessa área”, afirma.

As garças são atraídas na hora do roço porque se alimentam dos insetos que ficam expostos — Foto: Ana Clara Marinho/TV Globo

O especialista diz que, na primeira fase da operação, os gaviões são levados para a pista do aeroporto quando houver o roço da vegetação. Com isso, as garças devem associar o trabalho de roço com a presença dos gaviões.

Ouça nosso Podcast

#62: OVNIS, invasor que limpa casa e eleição decidida no cara ou coroa.

Link da Playlist: EDIÇÕES PASSADAS.

Nos primeiros voos dos gaviões, as garças vaqueiras saíram no aeroporto. A atividade tem previsão de ser realizada até sexta-feira (20).

“Nós contratamos a equipe de falcoaria para iniciar o trabalho de segurança. A tendência é prorrogar ou fazer uma nota etapa, mas ainda não há definição”, declara Gouveia.

Gavião afugenta garças no aeroporto da ilha — Foto: Ana Clara Marinho/TV Globo

Controle de garças

No período de 2012 até 2014, a empresa responsável pelo aeroporto e a Administração da Ilha realizavam um trabalho de controle da população das garças vaqueiras. Na época, também foram usados gaviões para a captura das garças, que foram eliminadas através de eutanásia.

Além do risco à aviação, os pesquisadores indicavam que as garças vaqueiras podem causar um desequilíbrio ecológico. Segundo os biólogos, elas expulsam as aves nativas dos locais de procriação e matam os filhotes.

As garças vaqueiras também se alimentam de mabuias, lagartixas endêmicas que existem em Fernando de Noronha.

Fonte: G1

kauzz

kauzz

Podcaster, bloqueiro, vlogueiro, youtuber. memezeiro, social média e fundador do site Macaco Urbano. Interessado em curiosidades, sobrenatural, política e teres na madrugada ao lado da morena.