fbpx

Faca feita de cocô congelado não é eficiente, mostra estudo

Usar uma faca de fezes congeladas para cortar carne não é uma boa ideia em nenhuma situação. E quem diz é a ciência, mais especificamente um novo estudo publicado na edição online de outubro do periódico Journal of Archaeological Science: Reports.

A pesquisa foi realizada para tentar comprovar uma lenda urbana. Em 1998, o atropólogo colombiano-canadense Wade Davis publicou o livro Shadows in the Sun: Travels to Landscapes of Spirit and Desire (Sombras ao Sol: Viagens a Paisagens de Espírito e Desejo, sem edição no Brasil). A obra traz o relato de um homem que usou as próprias fezes congeladas para matar um cachorro.

Ele teria ficado isolado durante uma tempestade de neve e, por não ter ferramentas, afiou seu cocô congelado para caçar o cão e conseguir e sobreviver. Para escapar, o homem ainda teria montado um trenó com a caixa toráxica do animal.

Agora, pesquisadores do Laboratório Eren de Arqueologia Experimental da Universidade Estadual de Kent em Ohio, nos Estados Unidos, decidiram testar se a história poderia ser verdadeira.

Ouça nosso Podcast

#62: OVNIS, invasor que limpa casa e eleição decidida no cara ou coroa.

Link da Playlist: EDIÇÕES PASSADAS.

Fonte: Revista Galileu

kauzz

kauzz

Podcaster, bloqueiro, vlogueiro, youtuber. memezeiro, social média e fundador do site Macaco Urbano. Interessado em curiosidades, sobrenatural, política e teres na madrugada ao lado da morena.