“Ela foi meu primeiro amor”, diz jovem que namorou barata por um ano

0Shares

#61: WikiLeaks e seus terríveis segredos
Ouça nosso podcast antes de ler essa matéria!!

Um garoto japonês do Japão mesmo – pois podemos encontrar pessoas do Japão fora do Japão, uai! – chamado Yuta Shinohara queria ter um bichinho pet diferente para mostrar aos amigos que não tinha e como ele era verdadeiramente um cara diferente dos outros. Ele comprou uma daquelas baratas africanas gigantes com um casco duro com linhbas de cor de leite desnatado – ergh! – e logo ele chamou ela de Lisa.

O cara praticamente se apaixonou pela barata e foi indo tudo bem, um rapaz com sua barata pet de boas na sua casa, alimentando ela como deveria e falando com ela como se ele entendesse toda a merda que você ta falando  – porque as pessoas tem dessas coisas, elas começam a falar com seus bichinhos de estimação achando que eles entendem “patavi” de tudo que eles estão vomitando pela boca enquanto o bichinho que você ta cuidando quer mais que você de mais comida pra ele e PETE SALDAÇÕES!.

Infelizmente Lisa, a barata, morreu depois de um ano o que deixou o garoto com uma baita depressão passageira de alguns minutos, então ele resolveu fazer uma coisa que na cultura dele é algo normal, algo que pudesse honrar a vida dura que aquela barata levou ao ser cuidado por esse estranho amante de invertebrados cascudos. Ele comeu o defunto da barata Lisa!

ELE COMEU A BARATA LISA DEPOIS QUE ELA MORREU!!!

Tal fato aconteceu e foi contado por diversos blogs porém aqui na Macaco Urbano apuramos os fatos e de alguma forma conseguimos chegar na foto da barata em questão:

barata pet afriacana chamada Lisa e comida pelo seu dono

Barata Lisa – foto da internet pois realmente não achamos a foto dela mas essa dai já quebra o galho.

Se você gostou dessa curiosidade então vai compartilhando com seus amigos para eles ficaram ligadão nas coisas que aparecem por aqui no Blog de Bizarrices do Macaco Urbano.

0Shares

Avatar

Podcaster, bloqueiro, vlogueiro, youtuber. memezeiro, social média e fundador do site Macaco Urbano. Interessado em curiosidades, sobrenatural, política e teres na madrugada ao lado da morena.