Como é a UFMT de Sinopolândia?

27Shares

A UFMT – União dos Filhinhos-de-papai de Mato Grosso – , ou só mesmo UFMT, foi criada em Sinopolândia depois que a verdadeira foi inventada no dia 10 de dezembro de 1971 através da Lei n.º (5.647-45)+3³ na cidade de cu du capeta Cuiabá (mais conhecida como “O grande buraco que ferve”, pois a capital possui apenas duas estações durante o ano, verão e inferno.

Em Sinopolândia a União dos Filhinhos-de-papai de Mato Grosso é uma instituição de muito orgulhos pelos nativos cidadãos da “cidade que mais endoidece no Mato Grosso” (Slogan criado na época que o prefeito Leitão era o manda chuva). Nesse cenário inicial foram ofertados vários cursos, entre eles:

  • Direito.
  • Esquerdo.
  • Do Meio CFC A e B, CFST.
  • CFC pra cabo.
  • Ensino fundamental.
  • Ensino Médio.
  • Superior Normal.
  • Ciências Filosóficas com especialização em viagens emaconhadas no morrinho.
  • Médico dos animais com especialização em seres cuiabanos, matupauenses, peixotenses, sorrisonhos e claudinheiros.
  • Superior tecnologico normal com duração de 1 ano e 3 meses.

A criação da UFMT em Sinopolândia foi uma das maiores besteiras da humanidade, já que naquela época nunca havia se ouvido falar do 2º Grau (hoje Ensino Médium) por essas bandas . O único grau que o povo de Sinopolândia conhecia era os 45°C, isso quando era de noite.

UFMT como deveria ser após a chegada dos filhos dos madeireiros da região destruir o lugar (seus idiotas!)

Como é a UFMT em Sinopolândia

Voltando ao que interessa, por um bom tempo a UFMT funcionava mais como centro de pesquisa, já que a quantidade de alunos que aparecia por lá ao ano era extremamente insignificante. Havia pesquisa de estupro de calouro, plantação de maconha e muitas outras coisas abomináveis possíveis.

O lugar é como se fosse uma mini cidade encrustada no meio do mato, erguida no local onde antes era uma aldeia indígena, porém, estes pobres índios foram mortos por caçadores-coletores da época da fundação de Sinopolândia. Dizem que os espíritos desses indígenas podem ser ouvidos quando um acadêmico anda sozinho pelo campus e ouve o batucar dos tamboris dos índios emaconhados fantasmagóricos que assombram as salas de aulas.

Típica acadêmica novata quando chega na sala de aula

Que são os acadêmicos

Os candidatos a alunos são errantes que transitam pela Sinopolândia procurando diversão fácil, pois são pessoas provindo de cidades escrotalmente pequenas como Claudia Leite, Matupapa é pop, Sorrisonho, Feliz Anal (faltou um “N” aí na digitação), Peixão do Azevedo e outras pequenas que não possuem diversão com dorgas, alucinógenos artificiais (os famosos doces que rolam solto nas famosas calouradas que só servem pra arrecadar dinheiro pra gastar tudo em cachaça nos puteiros de Sinopolândia. pelo sertão do Mato Grosso no tráfico de drogas e, ao acaso, achavam enfim uma oportunidade de serem alguém um dia.

DCE

O DCE é atualmente presidido pelo Partido dos Operários Sem Causa (POSCA), Partido dos Miseráveis Sem Aula (PAMSA), coligados com o Partido Sacana dos Trabalhadores Inúteis (PSTI), o Partido Bacanal (PBAL), o Partido Unido das Trabalhadoras Alternativas do Sexo (PUTAS), o Partido Operário Sindicalizado do Curral Revolucionário (POSCR), o Partido Comodista Brasileiro (PCB), Partido do Comando Vermelho(PCV), Primeiro Comando da Capital(PCC), Partido dos Maconheiros Grevistas (PAMG), Partido dos Professores Grevistas (PPG) e o Partido Unificador dos Trabalhadores Analfabetos (PUTA). A oposição do DCE conta com o grupo apolítico politizado do Movimento Sem Rumo (MSR) que conta com diversos maconheiros da região – estudantes que reprovam constantemente para continuarem na universidade sendo bancados pelo papai e pela mamãe, além das bolsas que conseguem pela reitoria para que façam menos de 5 quebras-paus por mês. A oposição aos dois últimos grupos é composta por aquele grupinho de alunos apolitizados que matam aula de manhã porque ficaram jogando playstation até de madrugada e que depois que se graduam aparecem na televisão se candidatando aos cargos políticos de maior interesse econômico de Sinopolândia, pagando de seres sabedores de política local.



Cursos da UFMT

  • Agronomia: é um curso para retardados que precisam estudar para saber como pegar na enxada para capinar (função principal do agrônomo), fora as funções adjacentes, que são: pegar as namoradas dos trouxas dos demais cursos, pegar as futuras namoradas dos mesmos, pegar as possíveis namoradas e, finalmente, pegar as que eles não conseguem pegar.
Típica aluna de Agronomia
  • Curso de ensino técnico superior,Enfermagem: também conhecido como ESPERMAGEM, assim como muitos cursos na área da saúde surgiu por meio de diversas agências de emprego para preencher ocupações reconhecidas em prol de uma redução no índice de desemprego. Com fama de meninas putas belas, as estudantes de Enfermagem fazem questão de exibir o seu jaleco branquinho em todos os lugares que vão… Assim como muitos retardados de Medicina na condição de estudante, usam o jaleco que deveria ser a vestimenta unicamente no ambiente hospitalar e clínico durante os atendimentos, na rua, em casa, no ônibus, da qual este leva infecções do hospital para a rua, e bactérias da rua para o hospital. Contaminando as pessoas da rua e terminando de matar os pacientes dos hospitais.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

  • Engenharia:  é uma doença antiga, tendo indícios na Antiguidade, mas que tomou a forma atual apenas durante o Renascimento. Durante o curso os alunos são submetidos a diversas torturas medievais, tais como provas de tabuada do 37; fritar pastéis derivar e integrar funções; estudar coordenadas esféricas, espaços vetorias euclidianos, equações diferencias de segunda ordem e ordem n, vetores gradientes, Exercícios-Programas impossíveis de C++ e Fortran, Transformadas de Laplace, Séries de Fourier, MacLauren e de outros matemáticos falecidos; entre diversas outras.
  • Sistema de Informação: É um curso reconhecido pela proporção Changeman: São 5 japoneses para cada monstrinho. Tornou-se o único curso em que é possível ‘catar’ todas as mulheres da sala (se você tiver coragem!).Os computeiros geralmente não são heterosexuais, muito menos homossexuais menos ainda bi, são na verdade MONOsexuais(punheteiros).
  • Engenharia Florestal: Os profissionais dessa área calculam com eficiência o tempo que uma árvore leva para atingir o chão, quando tombada (só vejo essa razão para estudarem cálculo). Estudam durante anos para se formarem lenhadores engenheiros, acabam com a mata nativa para que possam fazer o projeto de uma plantação de eucalipto, e depois vender tudo para uma indústria de papel higiênico.
  • Farmácia: Os acadêmicos mais importantes da cidade pois são eles que fornecem legalmente as drogas mais cobiçadas de Sinopolândia. São corruptos e metidos a químicos o que nunca serão.
Farmacêutico vendendo mais um B.O de qualidade sem a receita.
  • Medicina: O curso é feito pelos seres mais arrogantemente distintos de Sinopolândia. Amam se fantasiar com adereços Malditos e sonham em criar uma pantera negra no quintal de onde vivem. Além da arrogância, visam um dia conseguirem completar um semestre sem se odiarem e sem haver lutas de egos durante a tutoria, o que se torna cada vez mais difícil. As tutorias são marcadas pela presença de rádios humanos que apenas repetem o que os colegas acabaram de dizer. A segregação do curso faz com que eles tenham a sorte de terminar o semestre 3 meses depois da data prevista, além de invadirem os outros blocos das outras turmas, criaram vínculos com pessoas das outras turmas que lhes possam ser úteis. São as pessoas que mais odeiam Sinopolândia e rezam para que seja os seis anos mais curtos da vida deles.
Como o acadêmico de medicina fodão fica quando vai na R.U comer.
  • Zootecnia: Indefinido, pois ainda não foi encontrado este tipo de estudante nas imediações da faculdade e nem no mercado de trabalho.
Escultura feita por “acadêmicos” de Zootecnia para exaltar uma de suas práticas em aula

COMIDA À LA CARTE POR APENAS 1 REAL É AQUI!!!

O Restaurante universitário foi uma das grandes inovações para o desenvolvimento psicosocial-sinopoliense. Isso por que a proposta gastronômica é a inclusão de ingredientes incomuns da culinária nacional, com ingredientes todos importados da Malásia somando com o convencional da comida brasileira. Os estudantes não chamam pelas letra R e depois o U, mais sim pelo som ruuuu.

Lendas Bizarras

Abduções: Muitas pessoas dizem ser abduzidas por ET’s na UFMT, relatam que quando realmente conseguem ver a fisionomia extremamente brilhante desses seres apagam completamente e acordam somente depois de muito tempo em um lugar totalmente diferente, as principais aparições ocorrem no estacionamento atrás da biblioteca. Existe uma teoria que fala que um um E.T. estaria infiltrado em um dos laboratórios de química e que responde pelo pseudônimo de Xico.

Os Gatos: Reza Lenda que as pessoas que jubilam em seus cursos (passam mais tempo pra concluir do que o permitido) viram gatos e ficam perambulando pelo campus, o que justifica a presença de tantos.

A Mulher Sapo: Dizem que em algum lugar do campus uma pesquisadora que se transforma em sapo pode aparecer aos estudantes que estão perdidos pelo lugar, ela seria responsável por diversos desaparecimentos de alunos idiotas que usam drogas no campos, porém, parece que a mulher sapo tem uma grande popularidade no lugar, mesmo sendo apenas uma lenda.

O Fantasma Domingos: Uma assombração chamada Domingos que é na verdade o fantasma dos repetentes de semestres que se uniram e personificaram esta entidade. Segundo a lenda ele estaria associado a Mulher-Sapo mas, são apenas boatos de uma lenda. Ver essa entidade é pura má sorte pois indicaria que o acadêmico ira repetir o semestre.

Trotes

Os trote são a parte mais vergonhosa e idiota que pode acontecer. Normalmente os calouros mais imbecis que querem se enturmar acabam entrando na onda dos alunos mais velhos pois estão todos carentes de atenção.

Momento de descontração de um estudante super legal ajudando esta pobre deficiente a beber água. Muito lindo.

Assina meu podcast e vai ser feliz

Assinar

Macaco Urbano

Ou assine com seu app favorito usando o endereço abaixo

SEJA UM MEMBRO DO FÓRUM DO MACACO URBANO

27Shares