fbpx
ter. jun 18th, 2019

A China está criando um exército de baratas para comer restos de comida

3 min read

Os insetos são mantidos em instalações onde são alimentados por canos com toneladas de lixo. Especialistas dizem que seria uma catástrofe se eles escapassem.

A China tem um problema com lixo. A crescente população do país está produzindo mais restos de comida do que os aterros sanitários do país conseguem absorver. O NewsCorp recentemente informou que Pequim produz mais de 25 mil toneladas de lixo por dia, enquanto o South China Morning Post relatou que os moradores da cidade produziram 9 milhões de toneladas de lixo só ano passado – um número que só deve crescer. E no meio dessa crise de lixo, cidadãos empreendedores pensaram num método inovador de eliminação de resíduos urbanos. Eles estão dando lixo para as baratas.

Bilhões de baratas são mantidas em instalações na China onde são alimentadas com toneladas de restos de alimentos e lixo de cozinha, segundo a Reuters. Em uma dessas usinas – comandada pela Shandong Qiaobin Agricultural Technology Co, localizada em Jinan, capital da província de Shandong, leste do país – um bilhão de baratas consomem aproximadamente 50 toneladas de lixo por dia. A comida chega antes do amanhecer e é entregue para as celas das baratas através de canos. A Shandong Qiabin espera abrir mais três instalações similares ano que vem e projeta que será capaz de processar um terço do lixo de cozinha produzido na cidade de mais de 7 milhões de habitantes.

E a operação não acaba aí: as baratas mortas vão para a fabricação de alimentos nutritivos e fontes de proteínas para porcos e outros animais. Num país onde usar restos de comida para alimentar porcos é proibido por causa de surtos de febre suína africana, essa é uma solução útil – “como transformar lixo em recursos”, segundo a presidente da Shandong Qiaobin Li Hongyi.



Outras instalações pela China criam baratas exclusivamente por essa razão: para usar como alimento de pecuária. Mas a praga tão odiada também é considerada um ingrediente útil em vários remédios e produtos de saúde, segundo o South China Morning Post. Uma instalação na cidade de Xichang, província de Sichuan, no sudeste do país, alcançou tantos “avanços científicos e tecnológicos” em seu programa de criação de baratas que o governo da província afirma que eles merecem um prêmio nacional de ciência.

Avatar

Podcaster, bloqueiro, vlogueiro, youtuber. memezeiro, social média e fundador do site Macaco Urbano. Interessado em curiosidades, sobrenatural, política e teres na madrugada ao lado da morena.

Macaco Urbano© Toda a macaquice reservada. | Newsphere by AF themes.